domingo, janeiro 16, 2005

Shabbaton em Lisboa [28 e 29 de Janeiro 2005]

Michael Freund com o Grão-Rabino Shlomo Amar


Telavive, 16 Janeiro (Lusa) - Dezenas de cripto-judeus portugueses vão participar, em Lisboa, na próxima semana, num seminário organizado pela organização judaica "Shavei Israel" - anunciou hoje a estação de rádio Aruts-7 (Canal Sete), de orientação ortodoxa.

"Shavei Israel" é uma organização religiosa judaica, sediada em Israel, que tem por missão facilitar o regresso ao judaismo institucional de descendentes de judeus, cujos antepassados foram forçados, por circunstâncias várias a abandonar a religião ancestral.

Normalmente, essas pessoas encontram dificuldades em serem admitidas no seio de comunidades judaicas organizadas, que tradicionalmente procuram evitar o proselitismo.

No caso de Portugal, trata-se essencialmente de descendentes dos judeus forçados por D. Manuel I, em 1497, a converter-se ao catolicismo, para evitar a consumação do decreto de expulsão, a que se havia comprometido, como condição para o casamento com a filha dos Reis Católicos de Espanha, Fernando e Isabel.

Os dirigentes de "Shavei Israel" chamam-nos "Bnei Anussim" ("Filhos - ou Descendentes - dos Forçados" na língua hebraica) preferivelmente ao termo usual - "marranos" - que além da sua origem pejorativa, é atribuída pelos historiadores apenas àqueles que conservaram sempre a religião judaica em segredo, ou "cripto-judeus".

Segundo declarou o director de "Shavei Israel" àquela estação de rádio: "Está a registar-se um verdadeiro despertar dos "Bnei Anussim" de Portugal que se mantiveram apegados à sua identidade judaica, não obstante séculos de medo e de perseguições." "Não são culpados de seus antepassados terem sido arrancados à força do nosso seio, e muitos deles estão buscando um caminho para regressarem à herança religiosa e intelectual, que tão cruelmente lhes foi roubada. "Segundo foi noticiado na altura, quando das celebrações do centenárioda sinagoga de Lisboa, a que assistiu o grão-rabino sefardita de Israel, Shelomó Amar, este foi procurado por "Bnei Anussim" de Lisboa e do Porto, que pediram a sua ajuda para regressarem ao judaísmo.

O reverendo Amar prometeu, na altura, procurar uma solução para os desejos dessas pessoas, compatível com as leis da "Halakhá" (canónicos judaicos).

O director de "Shavei Israel", Michael Freund, e o reverendo Eliyahu Birnabaum, do Rabinato de Israel, também estiveram presentes.

Segundo a notícia de "Aruts 7" os participantes inscritos sifram-se em algumas dezenas.
Os docentes serão rabinos e professores universitários de Israel e de Portugal. A Agência Lusa tem conhecimento de que muitas centenas de descendentes de portugueses, no Brasil, nos Estados Unidos, Canadá, África do Sul e outros países, criaram um fórum na Internet, a que chamaram "Saudades", para se entre ajudarem na pesquisa das suas raízes judaicas.

1 Comments:

At 1/16/2005 11:34 da tarde, Blogger Peralta said...

Bom trabalho com o blog. Está bastante interessante :) Continuem com o bom trabalho :)

 

Enviar um comentário

<< Home